Notícias

Cervejarias independentes criam 54% dos empregos, até outubro

unnamed-3

Das 1.757 novas vagas criadas nos primeiros 10 meses do ano, 951 vieram de indústrias com até 99 funcionários. Destaque vai para as empresas com até quatro colaboradores, que foram responsáveis por 800 postos de trabalho

Fonte: Assessoria de Imprensa

A maior oferta de rótulos e o surgimento de outras marcas nacionais apontam que o mercado cervejeiro está a pleno vapor. O número de cervejarias artesanais mais do que dobrou no Brasil nos últimos cinco anos – hoje são mais de 830 em atividade. E os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram o quanto o setor está consolidado e contribuindo para a economia do país. Só de janeiro a outubro de 2018, 1.757 empregos foram gerados por cervejarias.

As empresas de pequeno porte – com até 99 funcionários – foram as que mais abriram vagas, totalizando 951, equivalente a 54,13% das oportunidades. O destaque vai para as cervejarias artesanais independentes com até quatro colaboradores, que foram responsáveis por 800 novos postos de trabalho. Entre os estados, Minas Gerais liderou o ranking, com 278 vagas, seguido por Rio Grande do Sul (111) e Santa Catarina (92).

Já as grandes indústrias – acima de 100 funcionários – geraram 806 empregos no mesmo período. No geral, as unidades federativas que mais se destacaram foram São Paulo (563), Minas Gerais (382), Rio Grande do Sul (191), Goiás (156) e Rio de Janeiro (110).

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), Carlo Lapolli, esse resultado mostra a força do setor e evidencia a atuação de empresas que estão iniciando ou se estruturando agora. “O público está cada vez mais exigente com a qualidade dos produtos, o que acaba destacando as marcas independentes. Isso explica o aumento do consumo e, consequentemente, a produção e geração de empregos”, explica.

De acordo com ele, este número só tende a crescer. “Estamos trabalhando para fortalecer o setor através de incentivos fiscais e, também, para dar novos espaços às cervejas artesanais. Acreditamos que isso, somado à qualidade do produto, consolidará ainda mais este segmento no país”, afirma.

Até setembro de 2018, o Brasil contava com 835 marcas independentes. A expectativa, segundo a Abracerva, é fechar o ano com mil empresas em operação.

Sobre a Abracerva
Entidade que representa cervejarias artesanais independentes, marcas ciganas, sommeliers de cerveja e negócios ligados a essa cadeia, a Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva) foi fundada em 2013 e abriu oficialmente para adesão em 2017. Já são mais de 200 empresas e profissionais apoiadores. Mais informações em www.abracerva.com.br.

 

 

Categorias:Notícias

Marcado como:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s