Catharina Sour com Cupuaçu conquista medalha na Copa Cervezas de America

Schornstein-180518-Catharina-Sour-Cupuaçu-Divulgação-2
Schornstein Catharina Sour Cupuaçu (Foto: Divulgação)

Rótulo é fruto da criação de alunos e professores da Escola Superior de Cerveja e Malte com a produção da cervejaria catarinense

A união entre a única instituição de ensino superior especializada em cerveja da América Latina e uma das cervejarias independentes mais tradicionais do mercado brasileiro foi reconhecida internacionalmente. A Catharina Sour Cupuaçu, desenvolvida pelo projeto Usina Schornstein, conquistou a medalha de prata do estilo na Copa Cervezas de America. A criação do rótulo foi assinada por estudantes da Escola Superior de Cerveja e Malte e a produção é da Schornstein, de Pomerode (SC).

O rótulo foi lançado em maio de 2018 e chegou ao mercado em latas de 473ml. Além da interação entre os integrantes da cervejaria e os estudantes da ESCM, parte dos lucros da comercialização dos itens assinados pela Usina Schornstein vai para bolsas de estudo na instituição. Três repasses já foram realizados.

Adilson Altrão, diretor da Schornstein, comenta que a premiação consolida ainda mais o projeto, que já soma resultados positivos em vários âmbitos. “Estamos muito felizes com as três primeiras rodadas da Usina. Além da Catharina Sour, produzimos também uma Session IPA e uma Munich Dunkel que tiveram uma excelente receptividade. A medalha na Copa Cervezas de America assegura que a colaboração é um caminho que devemos valorizar e seguir”, diz.

O diretor da ESCM, Carlo Bressiani, também comemora o resultado. “Os nossos cursos têm uma forte ligação com a prática e essa interação com a Schornstein nos assegurou ainda mais de estarmos preparando profissionais capazes de promover a inovação e criar rótulos que vão trazer ainda mais espaço para a bebida brasileira”, diz.

Os alunos envolvidos no processo de criação da Catharina Sour com cupuaçu são Heverton Carrara, Mauricio Oliveira Gois, Guiomar Borchardt, Rodrigo Tavares, Euclides Baptista e Tiago Chaves Alves. Eles são integrantes da turma de Mestre Cervejeiro da instituição.

Sobre a Schornstein

Uma das pioneiras da cerveja artesanal no país, a Schornstein surgiu em 2006 na cidade mais alemã do Brasil. O nome da marca significa chaminé, uma das características do prédio onde foi fundada. A matriz da cervejaria fica em Pomerode (SC).

Lá são produzidos os os rótulos IPA, APA, Bock, Weiss, Pilsen Natural, Pilsen Cristal, Stout, Witbier, Imperial IPA e Schornstein Soul.

Sobre a Escola Superior de Cerveja e Malte

Com mais de 6 mil alunos formados em três anos de atuação, a Escola Superior de Cerveja e Malte é a primeira e única instituição de ensino superior especializada na bebida da América Latina. É parceira da alemã Doemens Academy, uma das mais respeitas entidades do mundo.

São cerca de 90 cursos diferentes, em mais de 200 turmas já realizadas. Na sede, em Blumenau (SC), além das salas de aula estão disponíveis oito laboratórios voltados para o ensino de cerveja. Parcerias com cervejarias da região garantem visitas técnicas e relacionamento com o mercado durante os cursos.

Mais informações e entrevistas,
Marina Melz
marina@melz.com.br
(47) 3340-2205 / (47) 3336-0231
www.melz.com.br

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s